sábado, 1 de outubro de 2011

LAR FRACISCANO EMMA BARBETTI

Lar Franciscano Emma Barbetti - Alagoinhas - Bahia




No dia 20 de setembro deste ano - 2011, o Lar Franciscano Emma Barbetti completou 40 anos de fundado. Por motivos especiais, não houve uma comemoração nessa data, mas nos próximos meses será escolhida uma data para uma comemoração especial em homenagem a seu fundador e ao resgate da história e caminhada da instituição. Em tempo oportuno, os convites serão publicados.

Conforme seu Estatuto, "o Lar Franciscano Emma Barbetti, em Alagoinhas – Bahia, é uma sociedade civil, de direito privado, sem fins lucrativos, de caráter beneficente e assistência social e de inspiração cristã. Sua finalidade é a promoção de ações assistenciais às Idosas em situação de carência e desamparo familiar e, de modo especial, a velhice pobre e desamparada do município de Alagoinhas".
Essa instituição foi fundada pelo sacerdote capuchinho Frei Leão Ricci (Frei Leão de Marotta), em 20 de setembro de 1971. Após a fundação, ele deu toda a assistência material, moral e espiritual até a morte (24/10/1987).

A intenção do fundador era Criar um espaço para abrigar as irmãs idosas e deamparadas da Ordem Franciscana Secular (OFS) - na época conhecida como Ordem Terceira Franciscana. Uma entidade de caráter religioso. Mas, por exigências legais e para garantira a manutenção com auxílios públicos, a instituição tornou-se uma entidade filamtrópica.
Frei Leão Ricci (*02/07/1914 - Marotta (Itália) + 24/10/1987 - Alagoinhas -Bahia - Brasil) - fundador do Lar Franciscano Emma Barbetti em Alagoinhas - Bahia


Tendo em vista a sua origem, o Lar Franciscano mantém uma estreita ligação com a Ordem Franciscana Secular (OFS), sendo que, conforme seu Estatuto, 50% dos membros da diretoria devem ser de membros da OFS da Fraternidade São Francisco de Assis de Alagoinhas.


Por que o nome Emma Barbetti? A senhora Barbetti é uma italiana que foi esposa do falecido irmão de Frei Leão - portanto, cunhada do religioso. Ela foi a grande benfeitora do Lar Franciscano. Na época, a realização dessa obra não teria sido possível sem a sua ajuda. Por isso, o nome Lar Franciscano Emma Barbetti. Morava na cidade de Gubbio (Itália). Frei Leão ainda tem duas irmãs na Itália - Maria (Gubbio) e Bruna (Roma) elas mantêm constante comunicação com a Diretoria do Lar e todo ano mandam ajuda para as idosas.


Critérios para admissão de uma idosa ao Lar Franciscano: Primeiramente, que seja carente e/ou abandonada, preferencialmente do município de Alagoinhas. Mas cada caso deve ser avaliado individualmente, tendo-se presente a indigência e o abandono dos familiares. O internamento é comunicado ao Ministério Público e ao Conselho Municipal do Idoso. A entidade segue rigorosa e cuidadosamente as normas e exigências dos órgãos públicos que regulamentam essa matéria.

A casa tem capacidade para abrigar 34 internas, mas está-se fazendo uma ampliação que permitirá abrigar até 48 idosas.
O Lar Franciscano Emma Barbetti é administrado por uma Diretoria e pelo Conselho Fiscal, composta e eleita pela Assembléia Geral. Os membros da Diretoria e do Conselho Fiscal não são remunerados.


Idosas do Lar em recreação

O Lar não é uma instituição de caridade gratuita. É mantido pela contribuição das próprias internas (dentro das possibilidades de cada uma); pela modesta mensalidade de seus sócios; por doações de voluntários e de convênios com a Ação Social do Município.


Endereço: Lar Franciscano Emma Barbetti
Rua Lauro de Freitas, 48
48.005-195 – Alagoinhas – Bahia.
Tel.: (75) 3422-1444. E-mail: larfran@oi.com.br.


Fonte: A Caminhada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário